Social Icons

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Análise: Quake (N64)

E ai galera beleza, algumas semanas a traz comprei Quake para o Nintendo 64 e vou confessar que mesmo este sendo um jogo de grande importância na história do videogame ele não é meu favorito, mais é logico que ele pode de dar algumas boas horas de jogatina, ele foi lançado em 24 de março de 1998 pela Midway Games mais ele chegou meio tarde para N64 já que Quake II já estava disponível para PC, e 007 Goldeneye já tinha elevado o nível dos padrões do Shooter em primeira pessoa para nosso querido N64, muitos elogiam seu Multiplayer o que e bom sim mais aqui só dois jogadores podem jogar diferente de seus concorrentes (007 Goldeneye por exemplo) que poderia ser jogado com 4 e aqui não existe modo de cooperação.
Jogabilidade e Modo de Jogo:
Na tela de Menu do jogo você conta com New game, Multiplayer, options e Load e são 4 nível de dificuldade sendo Easy, Normal, Hard e Nightmare, o controle e muito bom e fácil de aprender com o analógico você move-rá o personagem e  A ou B você pode mudar suas armas que podem ser adquiridas( encontradas) durante as fases, o botão Z atiras quando que o C direito e C esquerdo esquiva e C para baixo seu personagem pula, você terá 25 fases e um grande exército de monstros, magos e demônios aguardado por você a cada Turno e para enfrentar estas batalhas você conta com uma vasto arsenal como machado, Shotgun, lança granadas, lança misseis, pistola entre outras armas.
Gráficos:
Os gráficos na minha humilde opinião e bem fraco em comparado a outros shooter para N64, mais se comparar a versão PC (versão não acelerada) ele consegue ser melhor com um anti-aliasing para eliminar completamente todos os pixels irritantes de armas, estrutura e de outros elementos do jogo, mais ele ainda fira-rá devendo a outros shooter para N64 como (Goldeneye), mais em um jogo gráfico não é tudo não é mesmo?
Som:
Bom galera este e um ponto bem positivo de Quake pois eles substituíram a trilha sonora original(PC) composta por Reznor, para uma totalmente nova, quem fez a nova trilha foi Aubrey Hodges que também foi responsável pela trilha de Doom, ele trouxe para Quake o mesmo ambiente de Doom 64 com um ambiente Dark e aterrorizante trazendo mais tensão para o jogo, isso sem contar com os gemidos, sussurros e grunhidos deixando uma mensagem de que a música não e totalmente necessário,quando os efeitos são bem feitos.
Finalizando:
Sim galera ainda confirmo que Quake não um dos meu favorito mais admito que ele e legal,alguns podem se perguntar se foi uma boa compra que fiz? Sim por ser alguém que gosta de colecionar e de jogar também jogos do N64 acho que valeu apena, ele é melhor que a versão original para PC mais perde para a versão acelerada ele é divertido mais existem shooter melhores para nosso querido N64.Numa avaliação de 0 a 5 ele recebe nota: 3

     

Um comentário:

 
Blogger Templates